Trail Monte da Lua 2012 (Sintra)

20120908-023133.jpg
Eu fui para os 20km, que se tornaram numa grande aventura!!!

Se na prova anterior aprendi que o calor e correr ao sol a meio da tarde tem que ser respeitado e bem preparado, neste Trail cometi um erro de principiante, daqueles que à posteriori se diz: “como foi possível?”

E que tal ir para uma prova de 20km com uns ténis por estrear?!?!?! Harghhhhhhhhh

A manhã começou cedo (6h30) porque tínhamos que entregar o “pacotinho” Vasco à baby-sitter avó e ir para o Guincho, para local a descobrir, levantar dorsais até chegarmos à Praia do Abano onde estava a partida.
20120908-110300.jpg

Participaram nesta prova 8 heróicos (uns mais que outros) atletas e a foto de grupo foi feito no inicio pois com as diferentes distancias íamos chegar em horários bem diferentes: Raul e Rogério Matos (10km – brilhantes no 2. e 3. lugar); eu, Mônica e Paulo Raposo (20km); Jorge Cancela e Ana Groznik (40km) e o José Carlos Melo (60km).
20120908-110615.jpg

A Serra de Sintra é fabulosa. As vistas, neste caso na parte virada para Cascais/Guincho/Azoia, são qualquer coisa única. Os percursos foram bem escolhidos, com uma boa variedade de ambientes naturais. E, mesmo com os meus percalços pessoais que indico adiante, gostei bastante de participar e poderei até repetir no futuro. Mas… houve alguns pontos em que a organização podia ter feito melhor.

Começo pelo levantamento de dorsais e t-shirts que era feito num parque de campismo a 2km da partida. Resultado? Muitas pessoas para trás e para a frente, a pé ou de carro, e muitas pessoas a irem para a partida na praia do Abano sem dorsal. Com isto gerou-se alguma confusão, e as partidas parcelares, com as pessoas das distancias maiores a saírem antes para irem mais à vontade nos trilhos iniciais, não ocorreram.
20120908-134645.jpg

Saímos todos ao mesmo tempo, com cerca de 30 minutos de atraso. E não sendo tão complicado como isso, percebeu-se porque teria sido vantajoso as partidas por distancia. Os trilhos iniciais são estreitos e éramos muitos.
20120908-135718.jpg

Outra nota, esta se calhar só minha. Partir da praia, para percorrer 200 metros em areia mole, só serviu para termos areia dentro dos sapatos, o que, para mim, me fez ter de descalçar e sacudir os ténis por volta dos 12km por estar a ser incómodo. Podíamos ter saído do parque de estacionamento em terra batida e deixarmos a praia para a chegada.

Na parte inicial vamos percorrendo os trilhos por cima da praia do Abano, primeiro em direcção à Malveira e depois mais para a esquerda para a Ulgueira. Eu saí bem, fui mantendo um bom ritmo nestas subidas iniciais e assim cheguei ao alcatrão e ao primeiro abastecimento liquido aos 5km em 44m41 (8m56/km) para um desnível positivo de 300m.

Até aqui tudo bem… achava eu🙂

O José Carlos Melo, que tinha sido “apanhado” na confusão da partida e que ia com calma pois tinha 60km pela frente, apanhou-me e acompanhou-me um bocado na subida antes do abastecimento e depois foi à sua vida🙂

O Jorge Cancela surgiu perto de mim pouco depois e ainda fizemos alguns km’s em conjunto, ele estava a fazer os 40km…

20120908-192655.jpg
Nesta foto íamos aos 7km quando se junta a nós a Mônica e o Paulo Raposo (ele foi o fotografo). E até me lembro de comentar para a Mônica: “Já aqui? Vens a dar-lhe bem… Boa”

Na verdade, os ténis novos já vinham a fazer das suas e eu ia fazendo a prova mas já a proteger-me pois doíam-me os pés. A Mônica e o Paulo foram-se afastando sem que eu consegui-se acompanhá-los, mesmo tendo dos 7 aos 10km uma parte em que só se descia, e em Almoçageme (11km) pedi ao Cancela para deixar de esperar, pois sentia que estava a “travá-lo”.

20120908-194138.jpg
Aqui ainda ia bem, ou pelo menos ia correndo🙂 Passei aos 12km em 1:35:38 (7m58/km) e pouco depois tenho esta foto muito bem tirada num sítio bem enquadrado (parabéns ao fotografo: Pedro Antunes).

As dores nos pés eram cada vez maiores. Até aos 17km ainda fui alternando corrida e caminhada, mas depois disso a parte final da subida para a Peninha foi a caminhar e não voltei a correr após esta subida.

20120908-200301.jpg
Aqui estou a chegar ao abastecimento solido (18,3km) e já não havia corrida para ninguém. A sensação era de ter um bocado de pneu na sola dos pés e de cada vez que dava um passo (mesmo a andar) sentia uma dor no pé todo.

20120908-200558.jpg
A Mônica foi uma querida e esteve mais de 10min no abastecimento à minha espera. Ainda tentei correr um pouco por o terreno ser a descer, mas já não dava mesmo. A descida da Peninha foi feita num percurso “muito técnico”🙂 descidas loucas e bem difíceis.
20120908-201206.jpg

Fiz assim os últimos 6,5km sem correr até chegar todo feliz à meta.
20120908-200951.jpg
Era mesmo a sensação : “até que enfim”🙂

Prova com uma distancia total de 23,58km, com um desnível positivo de 880m, percorrida em 3h58m01… era um tempo fantástico se fosse uma maratona🙂

O rescaldo da prova foi feito em frente a uma coca-cola e um cheesecake na Aldeia do Juzo
hehehehe
20120908-201508.jpg

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s